Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Cereja da Cova da Beira IGP

Cereja da Cova da Beira IGP

Descrição: Designam-se por Cereja da Cova da Beira IGP, as cerejas provenientes de diversas variedades de cerejeira tradicionalmente cultivadas na zona designada por Cova da Beira.
A "Cereja da Cova da Beira IGP" apresenta um diâmetro entre 24 e 28 mm e pesa entre 7 gr e 10 gr cada. A cor varia dependendo da variedade, de um vermelho brilhante para vermelho escuro. O pedúnculo é longo, espesso e de cor verde clara. O fruto é compacto e muito doce.

Cereja de Penajóia

Cereja de Penajóia

Descrição: Cereja das variedades regionais Braga, Rabicha, Távora, de Saco e Lisboeta. O fruto tem forma redonda cordiforme, com dimensão média de 24 mm e com um peso de 7 g. Fruto de cor vermelha, textura rígida e com alguma acidez.

Cereja de São Julião - Portalegre DOP

Cereja de São Julião - Portalegre  DOP

Descrição: Este tipo de cereja é proveniente de cultivares resultantes do cruzamento da cerejeira brava (Prunus avium L.) com as variedades autóctones da zona de Portalegre. É uma cereja de cor preta, com acentuada pigmentação na polpa, bem visível ao corte e à mastigação, de sabor muito doce, forma redonda, pedúnculo comprido e com peso médio entre 5 a 8 gramas.

Cereja do Fundão

Cereja do Fundão IGP

Descrição: Entende-se por "Cereja do Fundão" o fruto proveniente de cerejeira (“Prunus avium L.”) que tem como principais características:
- Calibre igual ou superior a 24 mm;
- Consistência com índice Durofel igual ou superior a 60;
- Coloração entre o índice 2 e o 6 da tabela de coloração do CTIFL;
- Conteúdo de sólidos solúveis iguais ou superior a 12º Brix.

Citrinos do Algarve IGP

Citrinos do Algarve IGP

Descrição: Os Citrinos do Algarve IGP são os frutos provenientes das espécies Citrus sinensis (laranjas), Citrus reticulate, Citrus Unshiu, C. deliciosa, C. mobilis (pequenos citrinos), Citrus paradisi (toranjas), Citrus limon (limões), Citrus limetta, Citrus limettioides (limas).

Figo Fresco de Torres Novas

Figo Fresco de Torres Novas

Descrição: O figo provém de figueirais situados na região de Torres Novas. Consoante a época de produção, os figos designam-se por lampos (maio e junho) e vindimos (julho / setembro). As principais variedades exploradas na região, são a Princesa, Lampa Preta e Maia, no que diz respeito aos lampos; Pingo de Mel, da Ponte, Palmares, Bêbera Branca e Burjassote Branco no que diz respeito aos vindimos. É um fruto de características organoléticas bem marcadas, com grandes qualidades nutritivas, sendo rico em vitaminas B e C em sais minerais (especialmente cálcio, fósforo e potássio). O seu valor calórico (80 calorias/100 g) faz dele um bom alimento energético.