Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Sopa da Faneca do Coberto

Sopa da Faneca do Coberto

Descrição: Sopa escoada onde sobressaem os legumes inteiros e o peixe.

Ingredientes utilizados: Fanecas; massa de cotovelo ou batata; cebola; tomate; azeite; alho; sal; pimenta; salsa.

Modo de preparação: Num tacho coloca-se a cebola às rodelas, tomate, metade de um dente de alho, um ramo de salsa e pimenta. Cobre-se de água, rega-se com um pouco de azeite e deixa-se ferver. À primeira fervura, junta-se massa de cotovelo ou batatas às rodelas, acrescentando a água quente que for necessária. A meio da cozedura, colocam-se sobre as fanecas amanhadas com aproveitamento dos fígados, tornando a regar-se com um pouco de azeite. Abafa-se e deixa-se cozer.

Historial do produto: Constituindo muitas vezes o único prato de refeição, a sopa queria-se substancial e rica. Dessa forma era costume levar para além das verduras como a couve e o nabo, leguminosas e cereais como o feijão, arroz e massas diversas e, inevitavelmente, a carne da salgadeira.
A versão de sopa de faneca do coberto remonta a publicação de 1973 e refere-se à sopa confeccionada com fanecas da baía de Buarcos. Em Quiaios, o ensopado ou sopa da faneca era feita com o pão de dezassete, assim chamado por ser dezassete tostões o preço do pão de centeio utilizado neste prato. No borralho das cozinhas, sobre uma tenaz que repousava nas brasas, era torrado o pão. Posteriormente, na panela, era colocado, juntamente com vinho branco, cebola, fígado e batata.
Quando estivesse a ficar cozido, acrescentavam-se as fanecas, que não ficariam mais do que cinco a sete minutos, para atingirem a cozedura necessária.

Fonte: Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas