Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Chouriça de Bofe da Guarda

Chouriça de Bofe da Guarda

Descrição: As Chouriças de Bofe da Guarda pesam entre 15o a 250 g, têm de diâmetro 2,5 a 3,5 cm e 20 a 25 cm de comprimento (quando esticadas). Enchido de cor escura, textura exterior rugosa, apresentando-se sob a forma de ferradura. Na sua composição, além do bofe (pulmões) e do coração, entram ainda carnes de porco ensanguentadas, água ou vinho (ou ambos) e condimentos (sal, alho, colorau doce e piripiri moído).

Região: Centro.

Particularidade: Enchido em cuja composição entrava tradicionalmente o baço e o coração de porco. Tem uma consistência esponjosa e a massa interior pouco coesa, desagregando-se quando se corta às fatias. Tem sabor ligeiramente picante.

História: O baço e o coração de porco entravam na composição deste enchido, cuja origem não é possível indicar com precisão. O que se pode dizer é que as pessoas mais velhas da região sempre conheceram estes enchidos. Atualmente, o bofe e o coração são substituídos por carnes de porco com vestígios de sangue.

Uso: Na preparação de pratos da cozinha regional e como merenda, após cozedura.

Saber fazer: Corta-se a carne em pedaços relativamente pequenos que são colocados num recepiente, em vinha-d'alhos, durante 3 a 4 dias. Após este período enche-se a tripa, atam-se as pontas, dá-se-lhe a forma de ferradura e coloca-se no fumeiro (de lenha de carvalho e castanheiro) durante 2 a 3 semanas, período necessário para a boa conservação do produto.

Fonte: Produtos Tradicionais Portugueses, Lisboa, DGDR, 2001