Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Queijo São Jorge DOP

Queijo São Jorge DOP

Descrição: O queijo São Jorge DOP é obtido a partir de leite cru de vaca. Trata-se de um queijo curado, de pasta dura ou semi-dura e cor amarelada.

Método de produção: O leite cru é coalhado com coalho animal, após a adição de lacto-soro (do fabrico anterior como auxiliar de acidificação). O soro é mais tarde removido e adiciona-se sal refinado.
Ocorre o enchimento dos cinchos, que tem como particularidade colocar numa das extremidades um selo de caseína numerado e um código de produtor. Este procedimento permitirá determinar a idade do queijo, o fabricante e outras informações necessárias ao controlo da qualidade do produto final.
De seguida, a coalhada é prensada e deixada a repousar durante 30 dias à temperatura ambiente.
Por fim, seguem-se, no mínimo, mais 60 dias de maturação, mas à temperatura controlada de 12 a 14 ⁰C e humidade relativa de 80 a 85%.

Características particulares: As características distintivas do queijo São Jorge DOP devem-se, por um lado, às condições edafo-climáticas daquela região, que originam pastagens de culturas variadas, que, por sua vez, influenciam positivamente a qualidade do leite. Por outro lado, o seu método de produção, praticamente inalterado ao longo dos cerca de 500 anos da sua existência, promove, mais uma vez, a singularidade do produto.
Em relação às suas características físicas, este possui um diâmetro de cerca de 25 a 35 cm e uma altura de 10 a 15 cm. Um sabor e aroma de cariz ligeiramente forte, limpo e ligeiramente picante.

Área de produção: A área geográfica de produção é restrita à ilha de São Jorge, no arquipélago dos Açores.

História: Relata-se que o início da produção do queijo São Jorge DOP é aproximado à descoberta daquela ilha (meados do século XV).
O seu fabrico foi incentivado pela comunidade flamenga, experientes produtores de bens alimentares como carne, leite e lacticínios. Estes encontraram na ilha um clima semelhante ao das suas origens, ideal à produção do distinto queijo.
Este facto aliado ao patriotismo do povo jorgense faz com que o queijo de São Jorge conserve as suas características distintas ao longo dos anos.

Caderno de especificações (pdf)

Área geográfica

Agrupamento de produtores
UNIQUEIJO- União das Cooperativas Agrícolas de Lacticínios de S. Jorge, UCRL

sjorge1

Organismo de controlo e certificação
Confraria do Queijo de São Jorge

Publicação jornal oficial EU
Retificação ao Regulamento (CE) n.º 1107/96 da Comissão – L290 13.11.1996
Reg. (CE) n.º 1107/96 - L148 21.06.1996

Publicação em DR
Despacho SRAP/94/1 (2ª série) 14.01.1994
Aviso A/IAMA/95/4 (2ª série) 22.12.1994