Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Sopa de Casamento

Sopa de Casamento

Descrição: Pão rijo aos pedaços ou fatias misturado, alternadamente, com camadas de couve. 

Características particulares: Trata-se de um aproveitamento óptimo do molho da chanfana, que nunca é totalmente consumido. Como é muito saboroso e rico, não só em gordura mas também nos sucos de carne, seria uma pena desperdiçá-lo.

Espécies, variedades ou raças (dos animais associados): Couve lombarda ou troncha.

Informações complementares sobre espécies, variedades, raças: A couve lombarda e troncha são muito apreciadas nas Beiras, onde crescem muito bem. Devem ser apanhadas bem cedo para conservarem toda a sua vitalidade.

Ligação à paisagem natural: Todo o camponês tinha e tem uma horta onde este tipos de couve continuam a ser cultivados.

Ingredientes utilizados: Couve, pão, sal, molho da chanfana.

Modo de preparação: Cozem-se as couves, de preferência lombarda ou troncha. Numa caçoila de barro dispõe-se uma camada de couves cozidas, uma camada de pão em fatias e assim sucessivamente até acabar com as couves. Deita-se por cima o molho, aquecido, da chanfana. Vai ao forno quente para apurar e tostar um pouco.

Formas de comercialização: Nos restaurantes locais.

Disponibilidade do produto ao longo do ano: Permanente nos restaurantes especializados.

Historial do produto: Associada à Chanfana, a sopa de casamento baseia-se no aproveitamento natural dos produtos do campo, designadamente couves, do pão confeccionado pela mulher do agricultor e do molho da chanfana. Era servida, primordialmente nos dias de boda ou casamento da aldeia.

Representatividade na alimentação local: Foi um elemento fundamental no apoio à alimentação do povo, designadamente em dias festivos, como o dia do casamento. Quer pela facilidade de disponibilização após a sua confeção, na medida em que bastam alguns minutos de aquecimento para reunir as condições para ser servida quer pela simplicidade dos produtos que requer.

Disponibilidade do produto : É confeccionada, de uma forma geral, por todos os Mirandenses, sendo, contudo, um prato oferecido apenas em restaurantes especializados.

Outras designações: Na região de Miranda do Corvo assume a designação de sopa de casamento ou sopa de pão.

Área geográfica de produção: Todo o País

Fonte: Real Confraria da Cabra Velha