Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Charutos

Charutos

Descrição: Forma cilíndrica, com 8 cm de comprimento e 2 cm de diâmetro, sendo branco no exterior e amarelo no interior. A textura interior é cremosa e a hóstia que o envolve confere ao doce uma certa dureza (estaladiça). O seu peso é de cerca de 40 g.

Região: Norte.

Outras denominações: Charutos com recheio de doce de ovos, doce de ovos com amêndoa e doce de ovos com chila.

Particularidade: Bolo em formato de charuto.

História: Em 1830, Francisca Doceira fundou a Doçaria Central em Arcos de Valdevez, a qual pertence, atualmente, a Alzira Gaivão, descendente da primitiva proprietária. A patente foi registada tardiamente (1963).

Uso: Usado, principalmente, em épocas festivas, devido ao seu elevado custo, podendo ser confecionado durante todo o ano.

Saber fazer: Faz-se uma calda de açúcar até se obter ponto de cabelo. Junta-se a amêndoa ralada, as gemas, manteiga e casca de limão. Deixa-se ferver e arrefece-se numa travessa. Recheiam-se as hóstias (mistura de água e farinha sem fermento com cerca de 1 mm de espessura) com este preparado, de modo a formar charutos.

Fonte: Produtos Tradicionais Portugueses, Lisboa, DGDR, 2001