Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Barriga de Freira de Arouca

Barriga de Freira de Arouca

Descrição: É um creme de cor amarela, espesso, feito com ovos, açúcar, amêndoa, pão, água e polvilhado com canela.

Região: Norte.

Outras denominações: Barriguinhas de Freira.

Particularidade: Creme espesso, amarelo, podendo ser apresentado em pequenas caixa de metal ou em boiões de vidro.

História: Arouca é fiel depositária de toda uma tradição doceira que remonta a atividade das laboriosas freiras Bernardas, do extinto Convento de Santa Mafalda. As freiras, para além do facto de se servirem da sua arte doceira para presentearem altas individualidades civis ou religiosas a quem pretendiam agradar, cedo verificaram que a fama da sua doçaria tinha ultrapassado os muros do convento. Daí tiraram algum proveito passando a vender os seus produtos. Após a extinção das ordens religiosas nos princípios do século XIX, estas receitas foram recuperadas, principalmente através de laicas que, tendo vivido no convento, as conheciam. Fazem hoje parte da riquíssima doçaria da região de Arouca. Este doce, assim como os restantes doces conventuais, está direta ou indiretamente ligado a certos dias de festas litúrgicas que anualmente fazem reacender os mitos fundadores da sua existência.

Uso: Como sobremesa, especialmente em dias festivos.

Saber fazer: Faz-se uma calda de açúcar, a que se juntam os ovos, o pão esfarelado, a amêndoa e a canela. Vai ao lume a engrossar durante 45 minutos. Retira-se e despeja-se em taças e polvilha-se com canela.

Fonte: Produtos Tradicionais Portugueses, Lisboa, DGDR, 2001