Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Amêndoa Coberta de Moncorvo IGP

Amêndoas Cobertas de Moncorvo

Descrição: A “Amêndoa Coberta de Moncorvo” é um produto de confeitaria obtido a partir de amêndoas doces peladas, torradas e cobertas com uma pasta de açúcar. Podem ser comercializadas três versões: brancas ou comuns; morenas ou de chocolate; peladinhas. A versão comum tem uma cor exterior branca e evidencia os característicos bicos de açúcar formados no decorrer do período de confeção. A versão morena distingue-se da versão comum apenas pela utilização da calda de chocolate na fase final da sua confeção, o que lhe confere uma cor exterior acastanhada ou de chocolate. A versão peladinha tem uma cor exterior esbranquiçada, resultante de uma fina cobertura de açúcar que não chega a evidenciar os bicos de açúcar característicos das outras versões.

Método de produção: A amêndoa é pelada e levada ao forno para torrar. A calda de açúcar é preparada dissolvendo o açúcar em água, sobre uma fonte de calor. A calda de chocolate é preparada adicionando chocolate ou cacau em pó calda de açúcar. A amêndoa torrada é colocada numa bacia de cobre, sobre uma fonte de calor, e regada com a calda de açúcar. A “cobrideira” (nome por que são conhecidas as produtoras de “Amêndoa Coberta de Moncorvo”) movimenta então os grãos de amêndoa até a calda de açúcar ficar na totalidade agarrada às amêndoas. Em seguida a “cobrideira” volta a regar as amêndoas com a calda e repete o processo. Quanto mais tempo for trabalhada (e mais calda de açúcar for adicionada) maiores serão os bicos de açúcar da amêndoa.

Características particulares: A “Amêndoa Coberta de Moncorvo” possui um aspeto facilmente identificável e distinguível de outras amêndoas confeitadas.

História: A “Amêndoa Coberta de Moncorvo” é originária de Torre de Moncorvo, concelho onde o seu fabrico se tem mantido ao longo dos séculos de forma constante e ininterrupta, com uma forte relação com a Páscoa e outras festas populares. A publicação “Ilustração Transmontana”, de 1908, documenta a atividade das “cobrideiras” desde pelo menos 1908. Também a Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, de 1936, refere que se “celebrizaram em Portugal as amêndoas cobertas de Moncorvo”. De igual modo, no “Livro do Segundo Congresso Transmontano”, de 1942, dá-se conta da existência, em Torre de Moncorvo, de uma pequena indústria de “amêndoa coberta”, "muito interessante pela sua originalidade” e com um “aspeto característico que quase toda a gente conhece”. O modo de produção da “Amêndoa Coberta de Moncorvo” descrito neste livro é em tudo similar ao ainda hoje praticado. A sua qualidade, a sua originalidade e a tradição do seu consumo conferiram à “Amêndoa Coberta de Moncorvo” uma grande notoriedade e reputação, tal como comprovado por inúmeras referências nos media, onde é amiúde identificada como um dos ex-libris de Torre de Moncorvo.

Caderno de especificações (pdf)

Área geográfica: Concelho de Torre de Moncorvo.

Agrupamento de produtores
APAACM - Agrupamento de Produtores de Amêndoa e de Amêndoa Coberta de Moncorvo

Organismo de controlo e certificação
TRADIÇÃO E QUALIDADE – Associação Interprofissional de Produtos AgroAlimentares de Trás-os-Montes

Publicações no Jornal Oficial da UE
Regulamento de Execução (UE) 2018/406 da Comissão - 02.03.2018

Publicação em DR
Despacho n.º 5221/2017, de 12 de junho