Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Rebuçados de Ovos

Rebuçados de Ovos

Descrição: Feitos com açúcar, amêndoa e ovos moles, têm a forma de esfera com cerca de 3 a 4 cm de diâmetro e apresentam internamente uma cor amarela brilhante e exteriormente urna cor esbranquiçada.

Região: Alentejo.

Outras denominações: Beijinhos.

Particularidade: Bolinhas de doce de ovos envoltas em açúcar e embrulhadas em papel branco ou colorido, torcido nas pontas e com as extremidades por vezes franjadas.

História: Este doce é atribuído quer ao Convento de S. Bernardo de Portalegre quer à vila de Nisa. Numa publicação dedicada ao estudo do Alentejo cita-se: « ...e propriamente entre os chamados doces de ovos, sem preterição das célebres “lampreias” há a mencionar ainda os "rebuçados" porventura os melhores e mais saborosos fabricados em Portugal segundo afirmativa saudosa dum velho amigo saborosos que correu mundo e muito os saboreou...».

Uso: Consumidos corno guloseima a qualquer hora do dia. Indispensáveis em festas de casamentos, de batizados, etc.

Saber fazer: Leva-se o açúcar (1 kg) a ponto de rebuçado. Para avaliar o ponto deita-se um pouco de calda em água fria. No fundo deve formar-se um monte duro e quebradiço que se pode moldar com os dedos. Quando se obtém o ponto desejado, deixa-se arrefecer um pouco e, com os dedos molhados em água, moldam-se pequenas bolas ocas. Ao mesmo tempo leva-se a ponto de cabelo 300 g de açúcar ao qual, depois de frio, se juntam 10 gemas de ovos, voltando ao lume para cozer os ovos. Com este doce recheiam-se as bolas de rebuçado que se fecham e deixam solidificar. Passam-se os rebuçados por açúcar e envolvem-se em retângulos de papel branco ou colorido cujas pontas, por vezes cortadas em franja, se torcem.

Fonte: Produtos Tradicionais Portugueses, Lisboa, DGDR, 2001