Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Palha de Abrantes

Palha de Abrantes

Descrição: Doce de ovos coberto com fios de ovos queimados, em forma de ouriço, com cerca de 4 cm de diâmetro. O doce é colocado sobre obreia e apresentado em formas de papel frisado. O doce leva ovos e açúcar. São embalados à dúzia, em caixas de cartão.

Região: Lisboa e Vale do Tejo.

Outras denominações: Ouriços.

Particularidade: Bolo redondo com aspeto de ouriço, sendo os espinhos de fios de ovos.

História: Conta a tradição que a denominação «Palha de Abrantes» se encontra associada ao movimento fluvial que em tempos animava o Tejo. Abrantes era um porto de paragem no abastecimento de, entre outros produtos, fardos de palha para os animais de tiro da capital. Nasceu assim a citação de «se queres palha vai a Abrantes». É senso comum que este produto tem a sua origem nos conventos de freiras existentes na cidade, nomeadamente o Convento da Graça, da Ordem das Dominicanas. Considera-se uma «obrigação» para quem vai a Abrantes provar os doces regionais, dos quais o mais célebre é este.

Uso: Utilizado como sobremesa, pode ser consumido a qualquer hora do dia.

Saber fazer: Fazem-se fios de ovos com metade dos ovos e reservam-se. Em seguida, fazem-se ovos moles até ganharem a consistência desejada. Sobre a obreia colocam-se pequenas quantidades desses ovos moles que se cobrem com montinhos de fios de ovos. Levam-se a forno quente para tostar.

Fonte: Produtos Tradicionais Portugueses, Lisboa, DGDR, 2001