Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Lampreia de Portalegre

Lampreia de Portalegre

Descrição: Bolo feito com açúcar e amêndoas (para o massapão) e ovos (para os fios de ovos e o doce de ovos). O bolo, com a forma de peixe, é apresentado num prato redondo, com decoração de fios de ovos a preencher os intervalos. No local dos olhos são colocadas bolinhas de fruta cristalizada e no da boca uma tira da mesma fruta, normalmente de cor verde.

Região: Alentejo.

Outras denominações: Lampreia de Amêndoa. Lampreia à Antiga. Lampreia de Massapão.

Particularidade: Bolo muito doce, com forma de peixe (na realidade, a lampreia é um ciclóstomo), enrolado em espiral, coberto de massapão e recheado com doce de ovos.

História: Numa publicação de há mais de 50 anos, onde se descrevem com algum pormenor os doces e bolos da região do Alto Alentejo, ao falar de Portalegre faz-se referência a uma “lampreia” produzida nesta cidade, embora não se especifique como era a sua apresentação. Refere também que esta teria origem nos dois conventos (de Santa Clara e São Bernardo) sem indicar qual teria sido o primeiro a confecionar tal «mimo». Noutra publicação mais recente refere-se a receita denominada «Lampreia de amêndoa à antiga», à moda de Portalegre, que é muito semelhante à que é feita na atualidade. Desconhece-se o que terá levado as freiras a confecionarem este bolo com uma forma tão pouco habitual e imitando um animal não existente na região de Portalegre.

Uso: Como sobremesa. Apresentada nas festas de casamento, batismo, etc., desta região. É um doce tradicional da época de Natal.

Saber Fazer: A amêndoa é escaldada, pelada, seca e moída para se fazer o massapão. Para isso, leva-se o açúcar a ponto, adiciona-se a amêndoa e deixa-se arrefecer de modo a ficar em pasta. Fazem-se fios de ovos e doce de ovos com gemas e algumas claras e uma calda de açúcar. Num prato redondo e sobre um guardanapo de papel finamente recortado, coloca-se um monte de fios e de doce de ovos com a forma de peixe enrolado em espiral (a lampreia é um animal longo e estreito) que se cobre com uma camada de massapão. Na zona destinada a representar a cabeça colocam-se pedacinhos de fruta cristalizada para simular os olhos e a boca. Toda a superfície do prato à volta da «lampreia» é coberta com fios de ovos.

Fonte: Produtos Tradicionais Portugueses, Lisboa, DGDR, 2001