Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Tecula-Meca

Tecula-Meca

Descrição: Bolo feito à base de ovos, açúcar, amêndoa, manteiga, canela e banha (antigamente era confecionado com toucinho de porco de raça alentejana). A sua cor interior é castanho-dourada.

Região: Alentejo.

Outras denominações: Teculameco.

Variantes: Toucinho-do-Céu.

Particularidade: Bolo de forma circular e tamanho pequeno ou médio. Tem cor branca por ser coberto com calda de açúcar.

História: Existem no Alentejo mais de uma dúzia de toucinhos-do-céu, toucinhos rançosos, toucinhos dos Duques, etc. Outrora, em Portalegre, havia uma certa rivalidade entre os dois conventos da cidade, o das Bernardinas e o das Clarissas, e cada um deles esforçava-se por suplantar o outro na confeção das melhores doçarias. Apareceram assim receitas semelhantes, como a do Tecula-Meca, possivelmente inspirada na do toucinho-do-céu. Mas a do Tecula-Meca difere deste pelo seu aspeto final e pela sua composição, o que faz dele uma doçaria original e típica da Vila do Crato.

Uso: Consumido como sobremesa ou ao lanche com chá.

Saber fazer: Faz-se uma calda de açúcar, deixa-se arrefecer e juntam-se os outros ingredientes. Misturam-se bem e enforma-se numa forma untada com banha e salpicada com farinha. Após a cozedura, retira-se do forno e desenforma-se, deixa-se arrefecer e cobre-se com uma calda feita com açúcar e clara de ovo.

Fonte: Produtos Tradicionais Portugueses, Lisboa, DGDR, 2001