Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Roscas de Amêndoa

Roscas de Amêndoa

Descrição: Doces em forma de rosca com cerca de 5 cm de diâmetro e um peso aproximado de 45 g. São vendidos em caixas de 12 unidades.

Região: Norte.

Outras denominações: Roscas.

Particularidade: Doces de amêndoa em forma de rosca. Internamente a massa é muito mole e, exteriormente, apresentam uma cor dourada.

História: Arouca é, sem dúvida alguma, a fiel depositária de toda uma tradição doceira que remonta à atividade das laboriosas freiras Bernardas, do extinto Convento de Arouca. As freiras fabricavam os doces que se vendiam e se ofereciam como «mimos, brindas ou pitanças», a entidades civis e eclesiásticas merecedoras de tão ricos presentes. E foi assim que esta arte cultivada com gosto e imaginação ultrapassou os muros do convento, penetrando nos paços senhoriais, tornando-se parte indispensável de festas e romarias tão conhecidos como o próprio nome de Arouca. A transmissão destas receitas foi feita através das chamadas «moças da ordem» (mulheres laicas que trabalhavam nos conventos).

Uso: As Roscas de Amêndoa, bem como os restantes doces de Arouca, estão direta ou indiretamente ligadas a certos dias de festas litúrgicas, que anualmente fazem reacender os mitos fundadores da sua existência. Destas festas salientamos o Natal e a Páscoa, bem como a festa da Rainha Santa Mafalda.

Saber fazer: São preparadas com ovos, açúcar e amêndoas. Não é possível indicar as proporções, pois tanto o açúcar como as amêndoas são medidos em peso, enquanto os ovos são medidos em unidades. Mistura-se tudo de modo a se obter uma massa pastosa (os ovos são adicionados até se conseguir a consistência desejada) de que se tendem rolos com cerca de 1 cm de espessura que se moldam em espiral de 5cm de diâmetro. São cozidos em forno de lenha.

Fonte: Produtos Tradicionais Portugueses, Lisboa, DGDR, 2001