Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Morgado de Figo

Morgado de Figo

Descrição: O Morgado de Figo é preparado com uma massa de figo torrado, amêndoa torrada, açúcar e chocolate em pó (pode levar erva-doce, raspa de casca de limão e canela). Tem cor escura e peso e dimensões variáveis consoante o formato. Quando em forma de queijo, tem cerca de 10 cm de diâmetro.

Região: Algarve.

Particularidade: Bolo em forma de queijo, feito com figo e amêndoa. Pode apresentar-se com outras formas (barco, peixe, viola, galinha, livro, etc.).

História: Silva Lopes escreve: «... assim como várias figuras matizadas com o mesmo figo, miolo de pinhão e amêndoa...», o que julgamos ser urna referência à massa de figo com amêndoa de que é feito o Morgado de Figo. Thomaz Cabreira escreve que este, como os restantes doces de figo — com exceção do Morgado de Figo — parece-nos ser de origem popular e justifica-se pela produção tradicional de figos nesta região. O Morgado de Figo considerado como sendo o melhor é o fabricado por M. Conceição Cabral».

Uso: Como gulodice, a qualquer hora do dia.

Saber fazer: Torram-se os figos e as amêndoas e moem-se separadamente. Faz-se um xarope de açúcar em ponto de estrada ao qual se junta canela, raspa de limão, erva-doce e chocolate em pó. Junta-se a amêndoa e leva-se ao lume a ferver um pouco. Acrescenta-se depois o figo, mexendo sempre. Despeja-se a massa numa tábua coberta com açúcar pilé e deixa-se arrefecer. A seguir, moldam-se os bolos com as formas que a imaginação ditar (mas tradicionalmente com a forma de queijo) e deixam-se secar.

Fonte: Produtos Tradicionais Portugueses, Lisboa, DGDR, 2001