Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Enxovalhada de Torresmos

Enxovalhada de Torresmos

Descrição: Bolo preparado a partir dos restos da massa de pão adicionada com açúcar amarelo, torresmos e canela. Tem forma redonda ou retangular, cor acastanhado-escura e pesa entre 1,5 a 2 kg. A maior parte das vezes apresenta-se alto e fofo como o pão, embora nalgumas variantes seja mais baixo e pesado, dependendo do tipo e quantidade de fermento.

Região: Alentejo

Outras denominações: Bolema de Torresmos. Bolema Alentejana. Bolo de Massa Finta com Torresmos.

Variantes: Enxovalhada (sem torresmos, tal como fabricada em Portalegre).

Particularidade: Bolo de massa de pão com torresmos e açúcar, polvilhado com canela e açúcar.

História: É um bolo típico do Alentejo feito após a época da matança do porco, sendo impossível saber a sua origem. O termo «enxovalhada» significa qualquer coisa com aspeto feio e pouco limpo e deve-se sem dúvida à cor muito escura da massa resultante da presença da canela e dos torresmos. É um dos chamados «bolos dos pobres» pois na sua confeção não entram produtos dispendiosos, tais como os ovos e as amêndoas. Numa publicação recente, dedicada ao estudo da gastronomia alentejana, surgem duas receitas deste popular bolo. O outro nome que lhe é atribuído, «bolema», poderá ser entendido como prova do especial humor alentejano que deriva a palavra bolo, amesquinhando-a e conotando-a com um bolo feito com matérias pouco nobres.

Uso: Consumido ao pequeno-almoço ou ao lanche.

Saber fazer: Aos restos da massa de pão mistura-se açúcar amarelo, canela e torresmos. Esta mistura, polvilhada com açúcar e canela, é colocada num tabuleiro untado e vai a cozer ao forno, geralmente de lenha. Depois de arrefecida, a Enxovalhada é cortada em quadrados grosseiros ou em fatias triangulares.

Fonte: Produtos Tradicionais Portugueses, Lisboa, DGDR, 2001