Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Cascoréis da Guarda

Cascoréis da Guarda

Descrição: Bolos feitos à base de farinha de trigo, ovos, azeite, fermento de padeiro, aguardente e sal. Têm cerca de 12 a 14 cm de diâmetro e pesam entre 50 a 70 g.

Região: Centro

Particularidade: Bolos fritos, de forma circular côncava e convexa, com abundantes bolhas ocas, de cor amarela e massa estaladiça. São polvilhados com açúcar e canela.

História: A Guarda é detentora de saborosas iguarias, entre as quais se destacam os Cascoréis, que o autor de um livro de memórias refere: «Na festa, depois da missa cantada, e da procissão em torno do arraial, comiam-se as merendas, de cuja ementa faziam parte predominantemente [...] e os cascoréis».

Uso: Consumidos como sobremesa e gulodice, sobretudo em épocas festivas.

Saber fazer: Numa tigela deita-se a farinha, faz-se uma cova no meio, junta-se o fermento desfeito e a água tépida e amassam-se os ingredientes até se obter uma massa homogénea que faça bolhas. Adiciona-se a aguardente e mistura-se. Cobre-se com um pano e deixa-se levedar em local aquecido, durante 1 a 2 h. Molham-se os dedos em água e tendem-se bocados de massa que se esticam para lhes dar a forma circular. Fritam-se em óleo bem quente, até ficarem lourinhos de ambos os lados, escorrem-se e envolvem-se em açúcar e canela.

Fonte: Produtos Tradicionais Portugueses, Lisboa, DGDR, 2001