Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Paio Raiano

Paio Raiano

Descrição: O Paio Raiano tem um comprimento de 20 a 25 cm, um diâmetro de 5 a 6 cm e um peso entre 250 a 350 g. Tem uma forma cilíndrica regular longitudinal. O interior é constituído por uma peça única, pelo que, quando cortado às rodelas, se apresenta inteiro e compacto. O invólucro é a parte do intestino do porco conhecida por «reto». Tem um sabor ligeiramente picante.

Região: Centro.

Outras denominações: Palaio.

Particularidade: Enchido cor de sangue de boi, comprido, textura exterior lisa, rijo e compacto ao corte.

História: O Paio Raiano, ou Palaio, tem raízes longínquas na região. já Manuel Leal Freire salientava, ao descrever os costumes alimentares na altura do Carnaval, que: «… Domingo, pelo meio-dia, então sim... cozem-se palaios... recheados de preciosos bocados de porco, em molhos de vinho e alho...».

Uso: O Paio Raiano era muito usado como merenda na altura das sementeiras (na Primavera) juntamente com o presunto. Atualmente é consumido durante todo o ano como merenda ou refeição ligeira.

Saber fazer: O lombo do porco é cortado em pedaços relativamente grandes (entre 1,5 e 2,5 cm) e temperado com sal, alho, colorau doce, colorau picante e vinho tinto da região. Depois de permanecerem entre 5 a 8 dias nesta vinha-d'alhos, são escorridos e servem para encher a «tripa» específica deste produto (o reto), previamente lavada. Depois de fechados com fios de algodão, denominados cadilhos, os paios são colocados no fumeiro de lenha de carvalho e castanheiro, durante cerca de 2 a 3 semanas. Após a fumagem, os paios ou palaios são conservados em locais secos e frescos para prevenir o aparecimento de bolores.

Fonte: Produtos Tradicionais Portugueses, Lisboa, DGDR, 2001