Castanha dos Soutos da Lapa DOP

Descrição: Designa-se por Castanha dos Soutos da Lapa DOP os frutos obtidos a partir do castanheiro (Castanea sativa Mill), das variedades Longal e Martaínha. Os lotes têm que ser homogéneos, isto é, as castanhas deverão ser da mesma origem, variedade, qualidade, calibre e terem sensivelmente o mesmo estado de maturidade ou desenvolvimento.

Método de produção: A produção do fruto e a respetiva colheita são as fases específicas da área geográfica delimitada. A recolha dos frutos é feita do chão podendo ser usados métodos mecânicos ou manuais. Os frutos são recolhidos por variedade e juntos em lotes. Como garante da homogeneidade do produto a diferença de peso entre os 10 frutos mais pequenos e os 10 frutos maiores duma amostra de 1 kg não deve ser superior a 80 gramas.

Características particulares: A Castanha dos Soutos da Lapa DOP distingue-se pelas cores castanha avermelhada e muito brilhante dos frutos da cv Longal e castanha clara com brilho médio dos frutos da cv Martaínha. O sabor das castanhas constitui um aspeto qualitativo muito importante, principalmente para o consumo em fresco. Apesar de muito macias não são demasiado farinhentas e apresentam um paladar caracteristicamente suave e muito doce.

Área de produção: A área geográfica de produção da Castanha dos Soutos da Lapa DOP está circunscrita aos concelhos de Armamar, Tarouca, Tabuaço, S. João da Pesqueira, Moimenta da Beira, Sernancelhe, Penedono, Lamego, Aguiar da Beira e Trancoso.

História: A história da Castanha dos Soutos da Lapa DOP encontra-se intimamente ligada à área geográfica. O castanheiro é uma das principais árvores que crescem nesta região, sendo a sua madeira aplicada desde sempre na construção civil e no artesanato em atividades como a cestaria e a tanoaria. O castanheiro era mesmo considerado a "árvore de pão", tão grande era a importância que assumia na economia, hábitos alimentares e cultura. Disso são hoje exemplo as inúmeras obras existentes sobre a matéria, as citações de autores portugueses (prosa e verso) como Gil Vicente e Aquilino Ribeiro. A sua presença na culinária é marcada através de uma infinidade de pratos e opções como pudins, bolos etc., sendo numerosas as festas e feiras organizadas na região onde a castanha tem sempre um lugar de destaque, como a Festa de S. Martinho comum a todos os concelhos, a Festa e a Feira da Castanha de S. Simão em Sernancelhe e Trancoso.

Marca de certificação
marca castanha soutos lapa

Caderno de especificações (pdf)

Área Geográfica

Agrupamento de produtores
Bandarra - Cooperativa Agrícola do Concelho de Trancoso, C. R. L.

Organismo de controlo e certificação
SATIVA – Desenvolvimento Rural, Lda.

Publicações no Jornal Oficial da UE
Regulamento (CE) N.º 1107/96 da Comissão de 12.06.1996 – L 148/1

Publicação em DR
Aviso (extrato) n.º 204/2017, de 05.01.2017
Aviso (extrato) n.º 12301/2015, de 23.10.2015