Pastel de Tentúgal IGP

Descrição: Doce de origem conventual, cuja massa de espessura reduzida (0,06 - 0,15 mm) é obtida a partir da junção de água com farinha e cujo recheio cremoso resulta da mistura de gema e de ovo com uma calda de açúcar. Apresenta-se sob a forma de palito, palito em miniatura, meia-lua e em meia-lua.

Método de produção: O método de produção inclui as seguintes fases: produção da massa, preparação do recheio, armar do pastel, cozedura e arrefecimento.

Características particulares: A especificidade do Pastel de Tentúgal deriva, em primeiro lugar, do método de produção utilizado na obtenção de uma massa delicada e fina com uma espessura que varia entre 0,06 e 0,15mm. Constituída apenas por água e farinha de trigo, esta massa passa por diversas fases onde os rituais de produção assumem uma forte presença até ser esticada pelas mãos das doceiras para conseguirem a espessura desejada. Em segundo lugar, do saber fazer utilizado no manuseamento desta massa é fundamental no armar do pastel do qual resulta um doce onde as finas folhas são colocadas de forma a impermeabilizarem o recheio. Em terceiro lugar, da sua massa tão fina, quase transparente, que em conjunto com o doce de ovos cremoso dá-lhe um aspecto exterior e interior, uma consistência, um sabor e uma textura específicos que o tornam num doce singular.

Área de produção: A área geográfica de produção do Pastel de Tentúgal é circunscrita à vila de Tentúgal e encontra-se delimitada a nascente pela vila da Lamarosa (concelho de Coimbra), a norte pela aldeia da Portela, a poente pela aldeia de Póvoa de Santa Cristina (freguesia de Tentúgal) e pela vila das Meãs (concelho de Montemor-o-Velho) e a sul pela vala real.

História: O Pastel de Tentúgal tem origem no Convento da Nossa Senhora da Natividade pelas mãos das irmãs da Ordem Carmelita que ali viveram entre 1565 e 1898. Desde os finais do século XVI desenvolveu-se naquele convento um saber fazer que deu origem a um doce singular e tal é confirmado por inúmeros registos que se encontram em várias publicações.

Caderno de especificações (pdf)

Área geográfica

Agrupamento de produtores
Associação dos Pasteleiros de Tentúgal

Organismo de controlo e certificação
Kiwa Sativa – Unipessoal, Lda.

Plano de controlo
Plano de controlo (pdf)

Publicação no jornal oficial da UE
Regulamento de Execução (UE) 850/2013 da Comissão de 23 de agosto de 2013 – JO L 235/1 de 4.9.2013
Publicação do pedido de registo (2012/C 302/15) – JO C 302/31 de 6.10.2012

Publicação em DR
Aviso (extrato) n.º 8087/2013, de 25.06.2013