Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Broas

Broas

Descrição: As Broas de Almeirim são ovais, com um peso entre 10 a 30 g, de cor acastanhada brilhante e textura compacta e macia. São fabricadas com farinha de trigo, ovos, mel e/ou açúcar, azeite, miolo de pinhão, vinho doce ou café, sal e especiarias (canela, cravinho e erva-doce). Nas Broas de Torres Novas e de Abrantes os frutos secos são normalmente nozes e/ou amêndoas e o vinho doce é substituído por café. Também nalgumas delas a farinha é constituída por uma mistura, em diversas proporções, de farinha de trigo e de milho.

Região: Lisboa e Vale do Tejo

Variantes: Broas de Torres Novas. Broas de Abrantes. Broas de Almeirim. Broas de Mel.

Particularidade: Bolos pequenos, ovais, escuros, enfeitados com meia amêndoa. Levam vinho doce da região e pinhões.

História: As broas são bolos de especial tradição no Natal, sendo que em algumas regiões o são, também, do dia de Todos-os-Santos. O seu nome tem um duplo sentido, porque «receber as broas» ou a expressão «que ricas broas» são frases ancestrais que na realidade significam, em relação à primeira, receber uma prenda que em regra é dinheiro e, em relação à segunda, existe uma ironia já que a expressão significa que, numa altura em que se devia estar a receber uma prenda, se teve qualquer tipo de acidente ou problema que vai fazer despender dinheiro, tornando as festividades mais pobres. Nas feiras nacionais de agricultura do Ribatejo e nas feiras regionais, as broas estão sempre presentes numa tenda de produtos da região.

Uso: Consumidas principalmente na época das festas da Páscoa, Todos-os-Santos e Natal, estão ainda presentes em todas as feiras e romarias da região.

Saber fazer: Junta-se o azeite, vinho doce, açúcar, mel, canela, erva-doce e miolo de pinhão ou noz ou, ainda, amêndoa, e leva-se ao lume até ferver. Num alguidar está a farinha de trigo com sal que baste e escalda-se com a mistura fervida. Amassa-se e tendem-se as broas à mão, colocando em cada uma delas meia amêndoa para enfeitar (facultativa e pode ser substituída por uma cereja). Barram-se com gema de ovo e levam-se ao forno quente cerca de 10 min.

Fonte: Produtos Tradicionais Portugueses, Lisboa, DGDR, 2001