Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Rum da Madeira IGP

Rum da Madeira IGP

Descrição: O Rum da Madeira IGP é um rum produzido na Região Autónoma da Madeira (RAM), obtido exclusivamente por fermentação alcoólica e destilação do sumo de cana-de-açúcar, apresentando um título alcoométrico volúmico mínimo de 37,5% vol., um teor de substâncias voláteis igual ou superior a 225 gramas por hectolitro de álcool a 100% vol. e um extrato seco total igual ou inferior a 5 gramas por litro para rum natural e 20 gramas por litro para o rum envelhecido e rum beneficiado.

Método de produção: O Rum da Madeira IGP deve ser obtido exclusivamente a partir de cana-de-açúcar produzida na RAM. É um rum agrícola e como tal é obtido exclusivamente por fermentação alcoólica e destilação do sumo de cana-de-açúcar, combinando-se a experiência acumulada ao longo de gerações com a tecnologia tradicional da Região, que apesar de menos eficiente que outras mais modernas, resulta num produto final tradicional, com qualidade e características únicas.
O Rum da Madeira IGP pode ser sujeito a um envelhecimento em cascos de madeira de carvalho por um período mínimo de três anos.

Características particulares: O Rum da Madeira Natural diferencia-se dos demais produtos da mesma categoria pela intensidade e complexidade aromática, sendo que a nível olfativo são menos neutros do que os seus pares. Distingue-se pela tropicalidade, frescura, mineralidade e persistência típicas.
O Rum da Madeira Envelhecido diferencia-se pelo seu elevado potencial de evolução, resultando num estilo único e singular. Encorpado e detentor de uma frescura ácida conferida pelo terroir da região, apresenta uma vasta panóplia de aromas e sabores específicos do Rum da Madeira IGP que adquire com o envelhecimento oxidativo. Distingue-se pela estrutura encorpado, complexidade aromática, delicadeza e elegância do sabor e elevada persistência.

Área de produção: A área geográfica de produção do Rum da Madeira IGP abrange as ilhas da Madeira e do Porto Santo.
As zonas de maior importância canavieira regional são os concelhos da Calheta, Machico (nomeadamente a zona do Porto da Cruz) e Ponta do Sol, seguidos da Ribeira Brava e restantes concelhos da costa sul da Madeira.

História: A cana-de-açúcar (cana sacarina), espécie agrícola pertencente à família das Gramíneas (género Saccharum, espécie officinarum) foi introduzida na ilha da Madeira por volta de 1425, sendo as primeiras estacas importadas da Sicília por ordem do Infante D. Henrique, ou seja, logo após o início da sua colonização. Comparativamente com outras como o trigo e algumas hortícolas conhecidas na época, a sua adaptabilidade tornou esta cultura bastante apetecida como vetor de criação de uma riqueza importante.

Caderno de especificações (pdf)

Área geográfica

Agrupamento de produtores
Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira, IP-RAM

Organismo de Controlo e Certificação
Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira, IP-RAM

Publicação jornal oficial EU
Regulamento (CE) n.º 110/2008 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 15 de janeiro de 2008, Anexo III

Publicação em DR
Decreto Legislativo Regional n.º 5/2011/M, de 15 de março