Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Quartos de Marmelada do Convento de Odivelas

Quartos de Marmelada do Convento de Odivelas

Descrição: Doce feito com marmelos e açúcar, apresentado sob a forma de ladrilhos com cerca de 3cm de altura, 4 cm de largura e 4 cm de comprimento. Tem cor rosa-avermelhada e os quartos ou ladrilhos apresentam-se embrulhados um a um, em papel celofane ou em caixas de seis ladrilhos.

Região: Lisboa e Vale do Tejo.

Outras denominações: Ladrilhos de Odivelas. Ladrilhos de Marmelada.

Particularidade: Paralelepípedos de marmelada, com crosta de açúcar cristalizado.

História: O Convento de Odivelas é célebre desde tempos imemoriais, principalmente por estar ligado à história de muitos e vários devaneios amorosos dos reis de Portugal. A doçaria neste convento foi sempre uma forma de obsequiar os amores reais. Quando a receita passou ao domínio público, tornou-se exclusivo de uma velha casa (A Casa dos Quartos de Odivelas) onde, aos fins-de-semana, a população de Lisboa se deslocava para confraternizar, na presença dos doces e de um chá ou de um cálice de vinho do Porto.

Uso: Sobremesa, lanche, pequeno-almoço e como gulodice.

Saber fazer: Lavam-se os frutos e limpam-se de máculas. São partidos em quartos, sem descaroçar, e cozidos com casca. Leva-se o açúcar ao lume até ponto de rebuçado. Uma vez cozidos os marmelos, passam-se por peneira com o auxílio de uma colher de pau, obtendo-se assim um polme de marmelo. Fora do lume junta-se o polme de marmelo ao açúcar em ponto e mexe-se bem, até arrefecer. Deita-se esta massa em tabuleiros de esmalte ou louça e, quando a superfície superior estiver seca, corta-se aos quadrados e deixa-se secar ao ar. Quando secos, envolvem-se em papel celofane e, se são para consumo na loja, colocam-se em boiões de vidro muito bem rolhados. Ao secarem adquirem uma cobertura cristalizada que ajuda à sua conservação.

Fonte: Produtos Tradicionais Portugueses, Lisboa, DGDR, 2001