Produtos Tradicionais Portugueses

Produtos Tradicionais Portugueses

Clarinhas de Fão

Clarinhas de Fão

Descrição: Pastéis de massa fina, de forma retangular ou meia-lua, recheados com doce de gila, envolvidos em gemas de ovo e fritos. Apresentam uma cor castanha com o branco do açúcar polvilhado. A sua textura é estaladiça e o recheio é macio. A massa externa é feita com farinha, manteiga, sal e água que baste. O recheio é feito com doce de gila e ovos.

Região: Norte

Outras denominações: Pastéis da Clarinha. Clarinhas.

Particularidade: Pastéis recheados com doce de gila com ovos.

História: As Clarinhas de Fão tiveram o seu início em Barcelos, na Confeitaria Salvação, casa fundada em 1830 e cujos descendentes a mantêm até ao presente. A receita terá sido furtada por um indivíduo residente em Fão, chamado Matos, que começou a confecionar e a comercializar os pastéis de gila que, com o tempo, passaram a chamar-se Clarinhas de Fão.

Uso: São consumidas como sobremesa e como lanche.

Saber fazer: Faz-se uma massa com farinha, manteiga, sal e água. Esta massa é cortada em rodelas e espalmada até se obter uma espessura muito fina, colocando-se no centro um pouco de doce de gila com ovos. Dobra-se a massa sobre o doce, em norma de meia-lua, frita-se e polvilha-se com açúcar ou com açúcar e canela.

Fonte: Produtos Tradicionais Portugueses, Lisboa, DGDR, 2001